Miria, Fabrizio e Riccardo – Espérance ACTI, Suiça

O verão de 2012 terminou com o retorno de alguns de nós, voluntários de Espérance ACTI em Moçambique, no “ Hospital Carmelo de Santa Teresa do Limpopo”.

Maddalena, Maria Elisa, Flora, Manuela,Joaquina, Ana Rosa e Aurora são as maravilhosas irmãs missionárias que comandam o Hospital Carmelo. Foi uma honra conviver e compartilhar com elas um pouco do excelente trabalho que fazem todos os dias neste hospital.

O hospital é verdadeiramente notável, profissional e limpo como há poucos até mesmo em nossos países. Os principais problemas tratados ali são os causados pelo AIDS e tuberculose, doenças que estão dizimando famílias e fazem a vida de todos muito precária.

Neste contexto, ainda mais forte e significativos se tornam os encontros de todos os dias com os profissionais, pacientes e crianças, todos incrivelmente lindos, com os seus olhares que encantam e os sorrisos que dissolvem nossos corações.

O cenário não poderia ser melhor. A paisagem é deslumbrante, com cores transbordantes do por-do-sol que trazem tranquilidade e dignidade as pessoas de Moçambique.

Foi muito fácil, assim, apaixonar-se por tudo o que vimos e vivemos durante estes dias.

Sendo esta nossa segunda viagem concentramos nossos esforços em muitas frentes.

Em primeiro lugar, demos continuidade ao trabalho iniciado no ano passado, relacionado à informatização dos cadastros das adopcoes . Um ponto particularmente interessante para nós foi participar do encontro com as crianças adotadas (sábado, 4 de agosto). Neste dia, além de verificar as condições de saúde e de educação das famílias, fizemos a entrega das doações mensais. O encontro foi surpreendente! Por nosso intermédio as familhas puderam demonstrar a gratidão aos “padrinos”. .Apertos de mão, abraços e os inevitáveis “muito obrigado” e “Kanimambo” (que em Shangaan linguagem também significa “obrigado”). As doações são, de fato, fundamentais. Elas garantem que as crianças possam frequentar a escola, o que seria impossível sem esta ajuda.

Foi muito gratificante ajudar a dar vida à um projeto, que até o ano anterior parecia estar à anos luz de sua concretização, que foi a inauguração do laboratório de informática. Fizemos de professores iniciando cursos de informática básica para adolescentes e também para pacientes que vivem e trabalham no hospital. Alguns nos surpreenderam pela facilidade de aprendizado e por seus esforços. Para outros, a missão foi um pouco mais difícil, mas, em geral, os progressos depois de apenas duas semanas foram realmente impressionantes. Para nós foi particularmente satisfatório ver que, com a nossa ajuda, os cursos de informática são agora uma realidade e que podem ajudar tanto as crianças quanto o hospital, que poderá contar com o conhecimento destas pessoas para sua administração.

Mas o lugar onde empregamos a maior parte do nossos esforços foi, sem dúvida, o centro hospitalar pediátrico. As crianças sao maravilhosas. Todos, injustamente doentes, nos envolveram emocionalmente, com afeto e abraços. Com eles agora temos uma relação indescritível! Com eles e com varios voluntarios que ja passaram pelo hospital, tocamos, cantamos, fizemos as lições de casa, preparamos sorvete para todos, fizemos truques de mágica e fantasias, modelamos e soltamos balões de todos os tipos. Foi uma experiência inesquecível, que entre a saudade e as memórias maravilhosas dos momentos lindos que vivemos, nos deixa com vontade de voltar o mais rápido possível para fortalecer ainda mais os laços estabelecidos e continuar a compartilhar com as pessoas e crianças do hospital outras experiências. Experiências que vão enriquecer mais e mais a nós e a estas pessoas.

Kanimambo
www.esperance-acti.org